BlogA Casa dos Sonhos: o que um bom projeto deve levar em consideração?

Amigos, seguindo a nossa série nesse post falaremos o que um bom projeto de arquitetura deve levar em consideração. Quando vamos construir a nossa casa sempre a imaginamos grande, confortável e completa, mas é a partir dessas premissas que surge o primeiro ponto a ser levando em consideração, que é: o que determina o tamanho de uma casa é o seu uso! Ou seja, como ela será, no futuro, utilizada.

Assim, é muito importante o casal fazer a seguinte pergunta: Nós realmente precisamos disso? Por exemplo, um casal que não gosta de filmes, não precisa de uma sala de cinema. Entretanto eles gostam de cozinhar, logo precisam de uma cozinha maior porque terão mais eletrodomésticos e equipamentos, além de receber os amigos na cozinha. Talvez eles possam até ter uma grande mesa na cozinha e não em uma sala de jantar separada. Conseguiram entender a o raciocínio? Seguindo essa linha pense em todos os cômodos da casa e se serão necessários e qual o tamanho esperado deles. Não se esqueça de levar o futuro do casal em consideração. Vocês têm ou terão filhos? Lembrem-se que os filhos crescem. Querem ter um jardim, mas quem de vocês gosta de cuidar de jardim? E a piscina? Vocês gostam de nadar e pegar sol? Na área de churrasqueira… Vocês tem o costume de receber os amigos em casa? Mas não fiquem preocupados em determinar tudo isso, como já falamos no post A Casa dos Sonhos: O que Preparar Para a Primeira Reunião com o Arquiteto, o desenvolvimento do conceito de como será a casa e o uso dela é uma atribuição do arquiteto que vai fazê-lo a partir do conhecimento da rotina, hobbies, e características do casal. Porém, quanto mais o casal estiver alinhado com as necessidades e características da casa, melhor será o resultado do projeto.

Outro ponto que um bom projeto deve observar é a topografia do terreno. A busca por fazer um projeto que leve em consideração às características do terreno traz um projeto com mais harmonia e, até mesmo, menores custos. Grandes movimentações de terra e terraplenagem tem um custo elevado. Pense também na posição da casa em relação ao sol. A orientação solar é muito importante. A melhor técnica diz que os quartos recebam a luz solar na parte da manhã e a área de serviço na parte da tarde. Os cômodos com janelas orientadas para o sul não recebem a luz solar e estão sempre na sombra. Posição muito indicada para a sala de TV e os quartos também. Em algumas regiões do Brasil essa orientação poupa até a utilização de ar-condicionado.

Os ventos dominantes também devem ser observados e a posição das janelas pode até propiciar a ventilação cruzada. Ventilação cruzada é quando as esquadrias estão dispostas de forma que o vento entra por algumas delas e sai por outras, fazendo que o vento cruze a edificação, por isso esse nome.

Por fim, é a aplicação do conjunto dessas premissas aliada a criatividade do arquiteto que vai produzir um projeto de qualidade que, ao término da construção, vai proporcionar o conforto desejado pelo casal.

Fonte: Pedreirão | http://www.pedreirao.com.br/destaque/a-casa-dos-sonhos-o-que-um-bom-projeto-deve-levar-em-consideracao/

Artigos Relacionados

  • Pintura Interna, Passo a Passo!

    Pintura Interna, Passo a Passo!

    Amigos, vamos passo a passo mostrar quais são as etapas para fazer um serviço de pintura com qualidade. Se os passos anteriores a aplicar a tinta acrílica não forem bem feitos, não teremos um acabamento bonito, durável e de boa qualidade.

  • Baterista do Pink Floyd recebe Prêmio Honorífico de Arquitetura

    Baterista do Pink Floyd recebe Prêmio Honorífico de Arquitetura

    Talvez, poucos de vocês saibam que os membros do Pink Floyd se conheceram como estudantes de arquitetura. Então, Nick Mason, Roger Waters e Richard Wright tiveram como sala de ensaio os corredores da Regent Street Polytechnic, agora na Universidade de Westminster, em Londres.

  • 10 erros para evitar quando construir sua casa nova

    10 erros para evitar quando construir sua casa nova

    Você irá construir sua casa dos sonhos, e já pensou em tudo – ou era isso que você pensava. Você sabe exatamente do que precisa e quer ter na sua casa, mas você já pensou sobre o que não quer e o que não precisa? Você realmente já pensou na construção como um todo? Provavelmente você tem dado muita atenção e consideração para o que irá funcionar na sua casa, mas será que já tirou um tempo para pensar sobre o que não vai funcionar?

  • PERFIL: Daniel Libeskind

    PERFIL: Daniel Libeskind

    Daniel Libeskind é um arquiteto polonês, filho de sobreviventes do Holocausto. Desde 1989 vive em Berlim, na Alemanha. Iniciou sua carreira artística na música em Israel. A música é grande responsável pela sua forma de projetar.

  • PERFIL: Bjarke Ingels [BIG]

    PERFIL: Bjarke Ingels [BIG]

    “A arquitetura é mais atrativa com linhas simples e ideias claras - por outro lado, uma cidade ganha vida quando é rica em experiências e surpresas.” Bjarke Ingels, 2010