BlogAs tendências que chegam e as que vão embora em 2017

A cozinha ganhou revestimento de tijolinhos Liverpoll White da Portobello. Os armários foram projetados e executados pelo escritório GF Projetos. A bancada de Silestone na cor Ocean Blue da Empório Stone foi içada até o 19º andar. Bancos da Q Spaço (Foto: Mariana Orsi/Divulgação)

1. Vintage
Não é que o estilo vintage esteja em desuso. Mas é preciso cuidado na hora de montar um ambiente com pegada retrô. A palavra é parcimônia. Evite muitas peças antigas. A ideia é optar por um ou dois móveis vintages no mesmo espaço.

Local improvável: o sofá em L, da Miniloft, é composto por dois módulos, sendo que um deles tem um braço avantajado, formando uma espécie de mesa de apoio. No projeto da arquiteta Monica Drucker, a moradora Gabriela tirou proveito dessa característica do  (Foto: Lufe Gomes/ Editora Globo)

2. Móveis maxi
Espaço é o que queremos! Por isso, para 2017, a dica é evitar peças muito grandes. Que tal trocar aquele sofá gigante por um menor e aproveitar o cantinho que sobrou para uma mesa lateral com luminária?

mesa-de-jantar-pendente-cobre-escada-tubos (Foto: Divulgação)

3. Metal escovado
Depois de muitos anos, podemos dizer que o metal escovado não é mais uma tendência. Por outro lado, peças de cobre podem ser uma ótima alternativa. Além disso, a cor ainda traz um toque aconchegante ao lar.

A coifa italiana da Marchi Cucine cobre toda a área onde fica o fogão da Viking Range Brasil encaixado em nicho no tampo de inox da Mekal. Objetos e utensílios da Show de Cozinha. Piso e teto de cimento queimado da Soler e Takara (Foto: Edu Castello / Editora Globo)

4. Eletrodomésticos inox
Para quem estava resistente à essa mudança, chegou a hora de abrir o coração. Uma cozinha com geladeira, fogão e outros eletrodomésticos com acabamento inox chama atenção pela atmosfera aconchegante. Que tal combinar essas peças com revestimentos em madeira?

O aparador de madeira é da Mødernist. A mesa de centro de mármore e aço foi feita por Chris, sob o selo de sua marca de design Muse Contracts (Foto: Greg Cox / Bureaux.CO.ZA)

5. Mármore
Não é só no Pinterest que o material vem chamando atenção. Os profissionais têm apostado cada vez mais no mármore. Aproveite para combiná-lo com madeira e metal.

Home office. Vigas de madeira aparentes são um tributo à tradição arquitetônica local e fazem contraponto à tubulação de metal exposta. Destaque para a escrivaninha antiga (Foto: James Stokes / Living Inside)

6. Madeira crua
Apesar do nome, a madeira crua passa por uma "tratamento" para ganhar o aspecto rústico que tem. Aposte no material em gabinetes, mesa, cadeiras e até em móveis grandes.

O escritório do diretor de arte e de cinema Thiago Bastos tem paredes verde-esmeralda com muitos quadros. No chão, uma composição de tapetes pequenos aquece o ambiente  (Foto: Victor Affaro/Casa e Jardim)

7. Cores de joias
Pode dar tchau para o bege! Suas paredes estão prontas para ganhar cores ousadas. Aposte no ametista ou esmeralda. Se preferir começar devagar, a dica é investir em tons que são encontrados na natureza. Inspire-se!

 

Via

Artigos Relacionados

  • Reforma Ca$a: o aplicativo que mudará a história da reforma

    Reforma Ca$a: o aplicativo que mudará a história da reforma

    Já passou dificuldades na hora de fazer uma reforma? Não sabia qual material usar nos diversos cômodos ou quanto ficaria a mão de obra? Uma parceria entre a revista Arquitetura & Construção e o simulador Arquitecasa resultou em um aplicativo que, com um simples toque no celular, resolverá todas as suas dúvidas: o Reforma Ca$a.

  • Ilusão de ótica

    Ilusão de ótica

    Com truques de decoração, é possível fazer ambientes pequenos parecerem muito maiores. Há muitos jeitos de fazer com que poucos metros se multipliquem. Integrar os ambientes é um deles. Mas esta opção pode ser cara e trabalhosa. Pensando nisso, a Revista Casa e Jardim explorou alguns truques de ilusão de ótica para atingir a amplitude com mais facilidade.

  •  A arquitetura brasileira vista por grandes fotógrafos, no Tomie Ohtake

    A arquitetura brasileira vista por grandes fotógrafos, no Tomie Ohtake

    O arquiteto e embaixador André Correa do Lago é o curador da exposição “Arquitetura Brasileira Vista por Grandes Fotógrafos”, que entra em cartaz dia 11 de junho no Instituto Tomie Ohtake, em São Paulo, e apresenta obras referenciais do Brasil através das lentes de grandes nomes da fotografia.

  • Porque deixei a arquitetura

    Porque deixei a arquitetura

    No artigo a seguir, que foi publicado originalmente na Medium como "What Starbucks Gets that Architects Don't", Christine Outram, lamenta que os arquitetos de hoje simplesmente não dão ouvidos às necessidades reais das pessoas.

  • Conforto Térmico: Aquecedores a gás

    Conforto Térmico: Aquecedores a gás

    A água quentinha para tomar banho ou lavar as mãos e louçaspode ser obtida instantaneamente quando utilizado um aparelho que aquece a água por meio de uma chama, sendo que esta chama é produzida e mantida acesa pelo gás GN (gás natural) ou GLP (gás liquefeito de petróleo, conhecido como gás de cozinha). A água fria, dentro do aparelho, entra em contato com a chama para ser aquecida e em seguida é distribuída para os pontos de consumo desejados.