BlogDicas para a impermeabilização de piscinas

Na hora de construir ou reformar, a impermeabilização em piscinas de concreto é indispensável para impedir que as estruturas sejam danificadas pela umidade. O procedimento protege a piscina de desgastes, fissuras, trincas, fungos, corrosão, deterioração do concreto e descolamento de revestimentos. A impermeabilização também previne a piscina de vazamentos, que afetam a estrutura de concreto, resultando em um elevado consumo de água, podendo, inclusive, comprometer a estrutura do imóvel. Por isso, confira as dicas de produtos e procedimentos para a perfeita impermeabilização de sua piscina. O ideal é que a impermeabilização já esteja prevista no projeto do imóvel, mas nada impede que, se necessário, seja realizada a qualquer tempo. Para isso, é muito importante a escolha correta dos produtos, que devem seguir as normas de fabricação vigentes. Há também fatores relevantes que devem ser considerados: - o tipo e inclinação do solo; - a quantidade de água ou umidade existente no solo  ao redor da piscina. - a condição das estruturas. Mediante uma avaliação técnica capacitada, há diversos produtos no mercado indicados para cada tipo de piscina, situações e condições de terreno. Oferecemos alguns impermeabilizantes ideais para o uso em piscinas, como: - as argamassas poliméricas (Viaplus TOP, Viaplus 1000 e Viaplus 7000 – Fibras): são resistentes, flexíveis e possuem grande impermeabilidade. Ideais para piscinas de concreto enterradas.

  - a manta asfáltica estruturada com poliéster da linha Torodin é totalmente impermeável, durável e flexível. Por isso também é recomendada para piscinas de concreto elevadas ou estruturas mistas de concreto e alvenaria estrutural.

É importante salientar que os produtos são indicados quando não há lençol freático atuante no terreno. Outra dica importante é estar atento quanto ao preparo da superfície e à aplicação do produto. Esse trabalho deve ser realizado por profissionais capacitados, com conhecimento técnico e que adotem a proteção mecânica necessária para assegurar uma impermeabilização de qualidade.  

Fonte: Viapol

Artigos Relacionados

  • Inaugurada em Londres a maior ponte de energia solar do mundo

    Inaugurada em Londres a maior ponte de energia solar do mundo

    Após quase cinco anos de fabricação, a empresa Network Rail inaugurou recentemente a maior ponte de energia solar do mundo: a Blackfriars Bridge sobre o rio Tâmisa. Parte de um projeto de colaboração com a empresa Solarcentury, um trecho da ponte de 6000 m² foi coberto com 4.400 painéis fotovoltaicos, que gerarão metade da energia necessária para o funcionamento das estações londrinas de trem.

  •  A arquitetura brasileira vista por grandes fotógrafos, no Tomie Ohtake

    A arquitetura brasileira vista por grandes fotógrafos, no Tomie Ohtake

    O arquiteto e embaixador André Correa do Lago é o curador da exposição “Arquitetura Brasileira Vista por Grandes Fotógrafos”, que entra em cartaz dia 11 de junho no Instituto Tomie Ohtake, em São Paulo, e apresenta obras referenciais do Brasil através das lentes de grandes nomes da fotografia.

  • Seis casos bem sucedidos de bibliotecas comunitárias que promovem o acesso à leitura

    Seis casos bem sucedidos de bibliotecas comunitárias que promovem o acesso à leitura

    Há algum tempo atrás, em Nova York, algumas bibliotecas públicas foram instaladas em cabines telefônicas onde as pessoas podiam pegar livros com a condição de devolvê-los ao terminar de ler para que outras pessoas pudessem pegá-los emprestados. Este tipo de biblioteca se replicou como uma intervenção em outros países com o objetivo de promover o acesso gratuito à leitura.

  • DICAS PARA APROVEITAR A LUZ NATURAL

    DICAS PARA APROVEITAR A LUZ NATURAL

    Alguns truques na hora de construir, reformar ou decorar podem ajudar a aproveitar a luz natural, criando assim uma sensação ampla e agradável dentro dos ambientes.

  • Baterista do Pink Floyd recebe Prêmio Honorífico de Arquitetura

    Baterista do Pink Floyd recebe Prêmio Honorífico de Arquitetura

    Talvez, poucos de vocês saibam que os membros do Pink Floyd se conheceram como estudantes de arquitetura. Então, Nick Mason, Roger Waters e Richard Wright tiveram como sala de ensaio os corredores da Regent Street Polytechnic, agora na Universidade de Westminster, em Londres.