BlogIluminação com Mobilidade

Iluminação com mobilidade

Para extrair todos os benefícios estéticos e funcionais dos ambientes, sejam eles comerciais ou residenciais, é preciso contar com vários elementos, entre eles a iluminação. Mas para isso, ela deve ter o máximo de mobilidade, possibilitando maior interação com os usuários   Hoje em dia, a decoração tem que ser multifuncional e se adequar a todas as necessidades dos usuários.  Mas as pessoas não buscam apenas praticidade. Elas sentem a necessidade de interação com o ambiente em que vivem, para que, assim, possam extrair o máximo do conforto que este pode oferecer. Para que a experiência dos clientes com a morada ou estabelecimento comercial seja completa, profissionais de arquitetura e decoração usam diversos recursos, por exemplo, móveis, cores, pisos, revestimentos e adereços. Um, em especial, pode tornar os espaços mais aconchegantes e mudar o clima do local: a iluminação. Antes, os projetos luminotécnicos se limitavam a ter pouca ou nenhuma mobilidade. Agora, ele está cada vez mais integrado com o décor. "Fazer o jogo de luz adequado ao momento torna a ocasião mais agradável", avaliam as designers de interiores da AK Interiores, Ana Karina Chaves e Klazina Norden.

Nesse projeto, as designers de interiores Ana Karina Chaves e Klazina Norden especificaram spots que possibilitam direcionar a luz conforme o desejo do usuário. Fotos: Henrique Falci   E as vantagens desse tipo de iluminação não se restringem apenas ao conforto. "Economiza-se mais energia, uma vez que se pode controlar a intensidade e a duração da luz por meio da automação. E também o ambiente fica mais belo e sofisticado", lembram as designers. Os projetos que preveem uma iluminação com mais mobilidade e com maior interação entre o espaço e os usuários utilizam vários recursos, como automação, luminárias de pé e de mesa, abajures e iluminação de trilho. Eles, quando usados de forma adequada ressaltam o ponto forte do ambiente e criam cenas que além de belas aguçam emoções. A arquiteta Estela Netto ensina como lançar mão dessas soluções: "As luminárias de pé e de mesa, devem ser usadas quando houver a necessidade de luz direcionada para leitura, por exemplo, ou quando a intenção for criar um ponto com luz difusa para clarear um canto específico e dar um toque de brilho na decoração. O abajur cai bem em áreas de estudo". Já a iluminação de trilho é algo moderno que valoriza ambientes comerciais e residenciais. É aliada do décor quando a intenção é destacar obras de arte. "Este tipo de iluminação pode ser utilizado diretamente sobre a laje, sem rebaixo de gesso. Pode-se distribuí-la pelo teto do ambiente, sem a necessidade de vários pontos de saída de energia de laje ou rebaixo. Hoje, há modelos exclusivamente com spots e outros que combinam luz indireta fluorescente com spots e lâmpadas halógenas", explica Estela.

Neste projeto executado pela arquiteta Estela Netto é possível perceber o uso de iluminação fixa (no texto e parede), mas também luminária de mesa e de pé que podem ser deslocadas no ambiente conforme a necessidade dos usuários do espaço. Foto: Daniel Mansur   A arquiteta dá uma dica interessante para um upgrade nos espaços usando apenas a luz: "Tenha sempre abajures, eles são coringas. Eles dão uma ‘levantada' no ambiente e complementam a iluminação com pontos de brilho". Já as profissionais da AK Interiores ressaltam algo muito importante. "Deve-se estar atento às especificações da rede elétrica para saber se ele suporta o tipo e quantidade de lâmpadas que serão usadas no projeto. Por isso é necessário contar com ajuda especializada", encerram.  

Veja Também

Fonte: Clique Arquitetura | http://www.cliquearquitetura.com.br/portal/blog/view/iluminacao-com-mobilidade/256

Artigos Relacionados

  • Horta em casa: Como fazer e cultivar

    Horta em casa: Como fazer e cultivar

    Em vaso, em caixotes, em apartamento, em jardim vertical, em garrafa PET, em pouco espaço. Confira as reportagens da Revista Casa e Jardim sobre como fazer e cultivar uma horta em casa. Plante e colha seus próprios temperos, ervas, folhas e até legumes!

  • Top 10: as escadas mais inusitadas

    Top 10: as escadas mais inusitadas

    Não interessa se é caracol, rolante ou fixa. Para a arquitetura, a escada vai além da função do sobe e desce e se transforma em uma peça na qual a beleza é fundamental. Confira a seleção da Casa Vogue de escadas, que mostra como a experiência de passar de um andar para o outro pode ser mais divertida.

  •  Oscar Niemeyer. Tipologias e liberdade plástica (por Roberto Segre)

    Oscar Niemeyer. Tipologias e liberdade plástica (por Roberto Segre)

    Um mítico centenário A vida é um sopro. Assim define Niemeyer a pequenez do homem frente ao incomensurável Universo. É o tempo infinito frente ao ritmo lento da história das civilizações, que se construiu numa trabalhosa decantação ao longo de séculos e milênios.

  • Cartilha ensina a construir dentro da lei

    Cartilha ensina a construir dentro da lei

    A Regional Bauru do SindusCon-SP lançou, em julho, a cartilha "Obra Legal", um guia para quem vai construir e quer ter uma obra legalizada junto a todos os órgãos fiscalizadores. "Pesquisas recentes mostraram que, só no município de Bauru, o número de construções irregulares representa cerca de 50% dos imóveis existentes.

  • Cronograma de obra

    Cronograma de obra

    A BEVILACQUA ARQUITETURA E ENGENHARIA tem planilhas personalizadas de excel para controle de obras e quantificação de materiais criadas por nós e disponibilizadas para todos nossos clientes.